A MeuPneu.com vem por meio deste informar as condições e políticas que regem a concessão de garantia aos produtos comercializados em território nacional.

Os produtos são garantidos por um período de 5 anos da data de venda do pneu, devidamente comprovada por documento fiscal (cupom ou nota fiscal), verificado por técnico credenciado de nossa empresa e/ou técnicos credenciados em nossos parceiros comerciais.

O período de 5 anos compreende os 3 meses de garantia legal, acrescido de 4 anos e 9 meses de garantia contratual oferecida pela MeuPneu.com.

A garantia contratual será considerada válida enquanto houver vida da banda de rodagem original, e estará automaticamente extinta quando do atingimento da profundidade mínima de 1,6 mm para pneus de passeio, utilitários e de carga, e de 0,8 mm para pneus de motocicleta. Tal atingimento pode ser verificado por meio dos indicadores TWI de desgaste da banda de rodagem e por medição com instrumento adequado.

Este termo de garantia somente é aplicável a produtos comercializados pela MeuPneu.com, adquiridos legalmente em nossas lojas e ou site.

Produtos adquiridos de outras empresas, mesmo que sejam das mesmas marcas que as comercializadas pela MeuPneu.com, não estão cobertos por este termo de garantia.

Caso o pneu que venha a ser atendido em garantia não esteja mais sendo comercializado, a tratativa tomará por base um modelo equivalente em aplicação e especificações técnicas.

1 - Garantia Legal e Contratual para Pneus de Automóveis, SUVs, Pick-ups, Vans e Utilitários Leves

Nos três primeiros meses de vigência da garantia, uma vez constatado vício ou falha, conforme critérios de avaliação definidos pelo fabricante, o pneu, desde que devidamente identificado e analisado por técnico da Meupneu.com ou credenciado de nossa rede de parceiros, será substituído sem ônus para o consumidor final.

Uma vez ultrapassados os três primeiros meses de garantia, quando constatado vício ou falha conforme critérios de avaliação definidos pelo fabricante, um novo pneu do mesmo tipo e medida ou similar será entregue ao consumidor, cobrando-se apenas o valor resultante do percentual do desgaste do pneu substituído, nas seguintes condições:

De 0 a 25% de desgaste da banda de rodagem original: ajuste de 100% do produto, ou seja sem custos para o consumidor.
De 26 a 100% de desgaste da banda de rodagem original, limitado a 1,6 mm de profundidade do sulco (TWI): ajuste proporcional do produto.

Exemplo: Se um pneu apresentar 30% de desgaste da banda de rodagem original, com mais de 3 meses de uso, será cobrado 30% do valor do pneu.

2 - Garantia Legal e Contratual para Pneus de Caminhões e Ônibus

Para pneus dessa categoria, constatado vício ou falha, um novo pneu do mesmo tipo e medida ou similar será entregue ao consumidor, cobrando-se apenas o valor resultante do percentual do desgaste do pneu substituído, nas seguintes condições:

De 0 a 20% de desgaste da banda de rodagem original: ajuste de 100% do produto, ou seja, sem custos para o consumidor.
De 21 a 80% de desgaste da banda de rodagem original: ajuste proporcional do produto.
De 81 a 100% de desgaste da banda de rodagem original, limitado a 1,6 mm de profundidade do sulco (TWI): ajuste de 20% do produto.

Exemplo: Se um pneu apresentar 30% de desgaste da banda de rodagem original, será cobrado 30% do valor do pneu

3 - Valores

O preço do pneu a ser utilizado, para fins de cálculo do valor a ser pago em função do desgaste do pneu substituído em garantia, será aquele praticado para o consumidor final, vigente na data da solicitação de garantia, acrescido de seus respectivos tributos.

Importante: para que a garantia possa ser solicitada, o consumidor deve apresentar à MeuPneu.com ou um de seus parceiros o pneu que supõe apresentar vício ou falha, bem como o original do documento fiscal de venda acompanhado do presente termo de garantia.

4 - As Garantias Legal e Contratual não se aplicam quando constatado:

a) Uso do pneu com pressão inadequada de ar (pneu vazio, com baixa pressão ou com excesso de pressão);
b) Desbalanceamento do conjunto pneu/roda;
c) Desalinhamento de direção;
d) Uso do pneu em veículos com falhas mecânicas no sistema de direção/suspensão/freios;
e) Uso do pneu em veículos com desalinhamento de chassi/carroceria;
f) Aplicação incorreta do pneu, tanto de tipo, medida e posição de montagem como de utilização, baseando-se nas informações do fabricante do veículo/implemento;
g) Uso de rodas e aros enferrujados, trincados, amassados e ondulados, tanto de aço como de liga leve;
h) Aplicação indevida quanto ao índice de carga e de velocidade exigidos;
i) Nº de série de fabricação (DOT) raspado, adulterado ou ilegível;
j) Indício de sobrecarga ou má distribuição de carga;
k) Avarias acidentais como furos, penetrações, rasgos, cortes, quebra da carcaça por impacto, rachaduras e bolhas ou afundamento da lateral;
l) Sinais de envelhecimento por armazenagem e utilização em condições inadequadas;
m) Contaminação por produtos químicos como óleo, graxas, solventes ou qualquer outro derivado de petróleo;
n) Uso de material químico não recomendado, tais como pó para balanceamento e vedantes de perfuração e cortes;
o) Presença de água no interior do pneu, bem como montagem e desmontagem inadequadas;
p) Marcas de frenagens bruscas, patinagens, arrancadas e qualquer indício de uso abusivo;
q) Uso em corridas, rachas ou qualquer competição;
r) Danos por aquecimento por fogo ou qualquer fonte de combustão;
s) Furto, roubo e danos causados por atos de vandalismo;
t) Uso de câmara de ar em pneus sem câmara (tubeless);
u) Montagem de câmara de ar e protetor usado em pneu com câmara (tubetype) novo;
v) Pneus sem câmara com mais de dois reparos na banda de rodagem original, e/ou realizados de forma não recomendada;
w) Pneus que sofreram processo de recapagem/recauchutagem;
x) Reutilização de válvula de ar, quando da substituição dos pneus;
y) Este termo não se aplica a pneus Run-on-Flat.

5 - Condições adicionais que cancelam a cobertura da garantia:

a) Pneus com reparo impróprio. Perfurações devem ser reparadas sempre com a vedação interna e externa, ou seja, com o uso de manchão adesivado interno e preenchimento do dano externo com plug ou borracha pré-vulcanizada.

São exemplos de reparos impróprios (que invalidam a garantia):

1 - Reparos temporários realizados sem a desmontagem do pneu, com o uso de macarrão;
2 - Qualquer reparo realizado fora da região da banda de rodagem do pneu;
3 - Reparos que vedam a parte interna do pneu, sem o preenchimento da perfuração;
4 - Reparos realizados sem o atendimento da Norma ABNT NBR NM-225.

b) Desgaste irregular da banda de rodagem original causado por desalinhamento, desbalanceamento, rodízio de pneus feito de maneira não recomendada por este termo, uso de pressão de inflação inadequada e ainda irregularidades em componentes do sistema de suspensão, freios, direção e carroceria/chassis.

c) Distúrbios de dirigibilidade tais como tendência direcional, sonorização, trepidação, em pneus reclamados com desgaste da banda de rodagem original superior a 10%.

d) Utilização dos pneus para fins e em condições de uso diversas daquelas para os quais são apropriados, de acordo com indicações e orientações apresentadas no momento da aquisição do produto junto aos distribuidores/revendedores autorizados e que constarão do manual de instruções. Caso os produtos sejam revendidos pelo primeiro comprador a outro usuário, separadamente ou acompanhando o veículo em que foram instalados, os próximos proprietários deverão observar as mesmas indicações de uso, sob pena de perda de garantia.

*os itens descritos nos itens 4 e 5 serão comprovados pelo técnico credenciado de nossa rede autorizada de parceiros da MeuPneu.com.