FENDAS E DESGASTE DE PNEUS

Já sabemos que a profundidade dos sulcos dos nossos pneus é inferior a 1,6 mm, é imperativo mudar os seus pneus para evitar o acidente.

Mas existem outros critérios que justifiquem a mudança de pneus? O facto de os pneus terem uma data de fabrico superior a 5 anos implica obrigatoriamente uma substituição?

A duração de vida do pneu está forçosamente relacionada com o desgaste do mesmo e as condições meteorológicas. Quando todas as condições favoráveis estão reunidas, a duração de vida de um pneu pode ser alargada a 5 anos e 60 000 quilómetros. Para obter esse resultado, é preciso combinar:

  • Uma pressão ótima verificada regularmente
  • Uma geometria impecável
  • Respeitar os conselhos de rotação a cada 10 000 quilómetros
  • Condições de estacionamento ideais (num lugar mais frio do que o ar ambiente, mínimo de sol)
  • Um clima temperado

Mas mesmo quando todas estas condições estão reunidas, a borracha altera-se ao longo dos anos e constata-se o aparecimento de fendas no flanco dos pneus e sulcos na base.

QUAL É A CAUSA DESTAS FENDAS?

Os pneus são constantemente sujeitos a duras provas, devem suportar variações de temperatura importantes, limitações associadas à rodagem, à poluição, ao pó de travagem, etc. Todos estes elementos contribuem para atacar a borracha não obstante os vernizes de proteção que lhe são aplicados antes da sua colocação em circulação. A consequência mais visível destas agressões quotidianas é a perda de elasticidade da borracha e o aparecimento destas fendas. É possível retardar o aparecimento de fendas graças a uma utilização regular dos pneus.

AS FENDAS REPRESENTAM UM PERIGO PARA A MINHA SEGURANÇA?

Desde que permaneçam superficiais, as fendas não representam perigo iminente para a sua segurança. Porém, as microfissuras do pneu testemunham um nível de desgaste importante da borracha. A perda de elasticidade influencia o conjunto dos desempenhos. Por isso, torna-se essencial a substituição.

  • Jan 21, 2020
  • Categoria: Saiba mais
  • Comentários: 0
Deixe um comentário