A PRESSÃO MÁXIMA DE UM PNEU

A pressão máxima de um pneu corresponde à mais elevada pressão a frio que o pneu pode suportar. Todavia, só se deve recorrer a esta pressão máxima quando o livrete ( manual) do veículo o especifica.

Para realizar uma boa medição, é necessário ler a pressão do pneu a frio. Isto significa que o pneu não deve estar exposto ao sol ou a temperaturas elevadas e que o veículo não deve ter circulado.

A pressão a quente é superior em 0.3bars em relação à pressão a frio.

Como consequente, se a pressão a frio recomendada for igual à pressão máxima do pneu, o limiar máximo será ultrapassado.

Neste caso, poderá estar tentado a esvaziar ligeiramente o pneu a quente mas não é preciso fazê-lo pois a pressão descerá ao limiar máximo a frio.

Saiba também que a pressão máxima de um pneu pode desviar do valor standard para um índice de carga dado. Por exemplo, um pneu de índice de carga standard deve poder suportar 2.4 bars, mas é comum encontrar pneus que se acomodam com uma pressão com até 3 bars.

Estes valores estão no livrete do veículo e no autocolante da porta do condutor.

A pressão máxima que o pneu pode suportar está escrita em pequenos caracteres no flanco do pneu em KPA ou PSI (100 kpa = 1 bar e 14.50 PSI = 1 bar).

  • Jan 21, 2020
  • Categoria: Saiba mais
  • Comentários: 0
Deixe um comentário